Category Archives: Orgonite

  • 0

ORGONITE – DESMISTIFICANDO!

Category:Artigos,Grow-Up,Orgonite Tags : 

O que é Orgonite e o que não é

ORGONITES são produzidas com base de resina mas, nem todos os objetos de resina são Orgonites!

Orgonite é um objecto que produz ORGON ou ORGONIO, energia criadora e criativa Universal da VIDA.

Tem aspecto semelhante a um pisa-papéis, é produzido artesanalmente e a sua forma depende do objectivo / destinatário a que /quem se destina.

Cada peça permite adicionar os ‘ingredientes’ específicos e necessário ao fim a que se destina, conjugando-os harmoniosamente.

Por exemplo o conjunto para limpar e harmonizar os 7 chacras.

Os componentes base da uma Orgonite, sem os quais não há produção de Orgon, são:

  • Resina – componente orgânico da orgonite, atrai a energia, é o grande responsável pela sinergia criada pela relação entre os elementos presentes;
  • Cobre – condutor da energia em contínuo, grande responsável pela transmutação da energia (negativa em positiva). Cabe-lhe ainda a função de propagação do Orgone para lá da Orgonite refletindo-o, expandindo-o, propagando-o pelo ambiente (em espiral é o mais usual);
  • Cristal Quartzo hialino – direcciona, produz energia, harmoniza, faz a ligação com a Consciência Cósmica, personaliza e expande;
  • Limalhas finas de metal (o mais vulgarmente usado é o alumínio);
  • As proporções base recomendadas são 50% metal – 50% cristal (estes valores oscilam dependendo da finalidade | necessidade).

O Orgónio é dinérgico, ou dito de outra forma, aglutina energia e conhecimento provocando e alimentando permanentemente o processo de autoregulação, de harmonização, equilíbrio, evolução e sincronia com o universo sendo per si um gerador pulsante e permanente de VIDA!

Portanto, objetos construídos com base de resina, sem a presença dos componentes acima descritos, podem ser muito apelativos, decorativos, maravilhosos à vista, podendo ter utilidade mas, deixemos claro: NÃO PRODUZEM ORGONIO!

Produzir | Fabricar uma Orgonite é um processo moroso e delicado, exige um projeto a executar por fases sequenciais:

  • Conhecimento e competências nas diferentes e complementares áreas alternativas;
  • Investigação e estabelecimento do objetivo a que se destina;
  • Aquisição / Seleção dos elementos que permitirão atingir o pretendido;
  •  Definir a forma mais apropriada;
  • Produzir a Orgonite, respeitando as fases necessárias e sequenciais até ao momento de a desenformar;
  • Retoques de polimento;
  • Consagração (facultativo).
  • Finalmente a entrega da peça!

Uma Orgonite será tão mais eficaz quanto mais personalizada for, para tal é de todo essencial saber a que / quem se destina, qual será a sua função, qual é a necessidade, o que precisa de correção, o que está em desequilibro, o que está desviante da Norma do Criador…

Em função disto aos componentes base, associo / adiciono ‘ingredientes’,  peças ou exemplares de diferentes áreas holisticas, alternativas ou complementares conforme a necessidade e finalidade especificas estabelecidas para cada Orgonite.  Faço a escolha desses componentes em conformidade com o que se pretende limpar | Harmonizar | potenciar | realizar | atingir etc.

Isto depende, obvia e fortemente dos conhecimentos e competências de quem a produz.

Na produção de cada orgonite podem conjugar-se, com os componentes base, elementos específicos da Geometria Sagrada, Fitoenergética,  Cromoterapia, Cristaloterapia, Gráficos e/ou Símbolos (ex. de Radiestesicos, Reiki, Religiosos, Cabalisticos, etc.),  Numerologia, etc. SEMPRE com harmomia, conhecimento e sabedoria.

As Peças ou Orgonites assumem formas, dimensões, aspetos muito diferenciados dependendo da sua finalidade.

Quanto à forma, as mais vulgares são:

  • Piramidais (devendo ser feitas à escala das Pirâmides de Guizé);
  • Cónicas;
  • Segundo a Geometria Sagrada.

Cada Orgonite Personalizada pode ser:

  • Pessoal e/ou Empresarial: construída para responder à necessidade da pessoa/empresa a quem se destina;
  •  Ambiental: construída em conformidade com o que precisa ser corrigido naquele ambiente, empresa, escritórioo, divisão da casa, etc.
  • Mista: associa a necessidade pessoal à do ambiente em que esta se insere ou movimenta.

Muito ainda ficou por dizer, no entanto espero ter cumprido o objetivo de deixar claro a maravilha que é uma Orgonite e o o que faz de cada peça um exemplar único …

Se te ocorre alguma questão, entra em contato!

Tenho todo o gosto em partilhar e contribuír…

PRODUTOS RELACIONADOS

ORGONITES

Mandala Atlante  Mandala da Prosperidade Mandala Prosperidade
Com Água Marinha Com Cristais e Fitoterapia Com Cristais e Fitoterapia
MESA DE TRABALHO PERSONALIZADA VIEIRA DE HARMONIZAÇÃO
Cristais, Reiki, Geometria Sagrada, Fitoterapia e             Cromoterapia   Limpeza e harmonização dos Chacras

                                          

                                    

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


  • 0

Orgone e Energia Orgónica

Category:Artigos,Orgonite,Start Tags : 

ENERGIA ORGÓNICA 

O QUE É E COMO SURGIU O TERMO ‘ORGONE’’
Energia Orgónica, é o mesmo que Força Vital, Bioenergia, Prana, Chi, Ki, Energia Universal, refere-se e deriva dos conceitos de organização, organismo e orgasmo.

Este termo foi desenvolvido pelo Doutor Wilhelm Reich para descrever a energia universal ou a substância primordial e geradora da Vida que tudo gera e tudo permeia.

RETROCEDER PARA COMPREENDER

Há cerca de 5000 anos os chineses não só designaram esta energia Chi, como demonstraram o beneficio de a manter num fluxo de fluidez dinâmica, condição essencial para a existência saudável de todo e qualquer Ser Vivente.
TUDO É Energia e como tal quando em qualquer Ser esta energia fica bloqueada, condensada, congestionada, cristalizada em algum ponto do corpo, surgem doenças.
Algumas técnicas têm sido desenvolvidas, testadas e comprovadas como benéficas para o desbloqueio dessa energia Universal, desde aplicações localizadas com as pontas dos dedos (doin) ou com o uso de agulhas (acupuntura) para desbloquear esta energia, fazendo uso de agulhas (acupuntura) ou pressão dos dedos (EFT), imposição das mãos (Reiki) onde existe o bloqueio dessa energia.

Quando a energia circula natural e fluidamente pelos meridianos e o equilíbrio a saúde são restabelecidos. A história demonstra que os chineses já tinham este conhecimento a cerca de quatro mil anos. Pitágoras (571 a.C.- 497 a. C.) filosofo, matemático, astrónomo, médico, denominou esta energia como “pneuma”.  Hipócrates de Cós (Cós c. 460 a.C. – Tessália, 377 a.C.) o “Pai da Medicina” ou o “Pai das Profissões da Saúde” designou esta Energia como 2Força Vital”. Acreditava que o perfeito equilíbrio entre corpo, mente e espírito só é possível quando e se esta energia circula em perfeito equilíbrio, fundando a chamada medicina Holística.

VOLTANDO À ACTUALIDADE

O Dr. Wilhelm Reich (1897-1957) (dedicado à Psicanálise, Biologia e Física) procurava cura para o Cancro. Reich considerava os tumores como o último dos estágios de uma doença evolutiva ao longo dos anos, apresentando como primeiros sinais ou sintomas os desequilíbrios psíquicos. Enquanto consultava pacientes com problemas psíquicos, Reich identificou a existência de uma energia biológica.

Nas suas experiências Reich desintegrava, infusões de água e diferentes tipos de matéria como erva, carvão, areia, etc, a matéria inchava e desintegrava-se – eram então formadas vesículas microscópicas a que ele designou como “bions”. Estes bions podiam mais tarde aglomerar-se e formar microrganismos tais como amebas e paramécias. Reich constatou que emanava desses bions uma energia azul, que ele se apercebeu ser a energia vital que permitia a formação de bions e a sua transformação em protozoa.

A esta Energia Vital chamou “ORGONE”. Depois de anos de experiências, muitas delas fora do laboratório, Reich concluiu que o Orgone permeia tudo e está presente em todo o lado, incluindo na atmosfera, considerando o Sol como o maior produtor de Orgone.

Wilhelm Reich demonstrou que o orgónio é a energia primordial da vida. Esta energia está presente em todo universo e pode ser mensurada e detetada visual e termicamente, através de eletroscópios e medida com contadores Geiger-Mueller, tendo descoberto a forma de mensurar e manipular esta energia através do estudo e uso de “acumuladores de orgónio”.
Ao que se chamava “bloqueio energético” Reich designou como modelos de tensão muscular crónica, que ele chamou de ‘couraça muscular’ e são equivalentes aos bloqueios energéticos da acupuntura. Reich descobriu que a perda da rigidez crônica dos músculos resultava frequentemente em sensações físicas particulares como sentimentos de calor e frio, formigueiro, comichões e algo como uma ‘espécia’ de “despertar” emocional. Concluiu então que essas sensações tinham origem num estilo de vida sedentário e no quotidiano vegetativo, ou seja, um estado de carência de fluidez, de subnutrição energética do organismo.

O PODER MÁGICO DO ORGÓNIO
Uma das características do orgónio é a capacidade de equilibrar, nutrir e organizar os ambientes nos quais está presente, e assim dos Seres presentes nesses ambientes. O Orgónio / Orgone coloca tudo o que está ao seu redor, e sob a sua influência em sintonia com o universo, estabelecendo uma ligação direta, abrindo uma autoestrada direta e com via verde com a Energia Vital Primordial de Vida Universal.
Desta forma, os processos de cura na presença de orgónio dão-se se forma subtil, mas profunda embora nos pareça complexa. No caso das curas energéticas, o terapeuta ou facilitador, o ‘canal’, é na verdade um canal, um fio condutor dessa Energia Orgónica, tendo ou não conhecimento racional e consciente do processo de cura, tem sem dúvida alguma um conhecimento intuitivo, que permite a fluidez, a passagem dessa Energia proporcionando, facilitando a cura; funcionando como um “neurônio do universo” atua como um canal para o acesso, movimento dinâmico e manifestação desta energia na medida que estabelece com o ‘cliente/paciente’ um contato orgonótico.

ORGÓNIO – O oceano de energia cósmica

Reich (entre outros) comprovou, validou, conceituou cientificamente a existência e a influência da Energia Cósmica Universal, o orgónio, que assume, por um lado uma forma livre, cósmica, etérica e por outro lado diretamente ligada à matéria viva, bioenergética. Muitos dos seus seguidores trabalham apenas com o conceito bioenergético do orgónio, como acontece na biodinâmica e na bioenergética.

Esta energia produz nos organismos algumas atividades bioelétricas e biomecânicas. A partir deste princípio foram feitas uma série de transposições de termos usados na medicina e na Física, que por serem tão específicos, dificultam o entendimento comum. Assim destaca-se que é importante ter em mente que a energia orgónica não é uma carga elétrica, apesar de às vezes produzir uma concentração de cargas elétricas na superfície pele.

O Orgónio destaca-se pelo seu caráter organizador, curativo, harmonizador, gerador de equilíbrio, evolutivo, agregador e autorregulador. Reich reconhece o orgónio como tendo um comportamento carregado de significado (“meaningful behavior”). O Orgónio é uma forma sábia e autónoma de energia que propicia o equilíbrio dinâmico dos ecossistemas e subsistemas. Estas características englobam a esfera da energia, mas vão muito para além dela! Entram na esfera da ordem, da informação, do conhecimento, do julgamento. Portanto, pode ser redutor falar do orgónio como apenas uma (ou mais uma) forma de energia, por mais cósmica e universal que ela seja. A energia é apenas uma faceta do orgónio, a outra é o seu autoconhecimento, que, vinculado pela energia, produz um comportamento autónomo e inteligente Gerador de VIDA!
Doczi percebeu que os processos de desenvolvimento e crescimento na natureza são regidos pela proporção áurica (que tem padrão informativo e conhecimento intrínsecos), para traduzir isso propôs o termo dinergia (dia-energia: através da energia).
Orgónio é dinérgico, um princípio abrangente que aglutina energia e conhecimento, que assim justifica per si ser a mola injetora do processo de autoregulação, de evolução do universo e gerador pulsante e permanente de de VIDA!

De uma forma algo simplista, num organismo são, a energia orgónica está em constante movimento (designada como energia OR). Num organismo debilitado, e encouraçado, a descarga e circulação são limitadas, ou seja, parte da energia OR não é aceite, descarregada ou processada ficando aprisionada. Desta forma, ficando estagnada cristaliza, criando nódulos energéticos, (convertendo-se em energia DOR (Deadly ORgone)), gerando desequilíbrios psicoemocionais e doenças.

Quando o bloqueio energético é eliminado, a energia DOR encontra uma forma de eliminação dos resíduos tóxicos nas excreções naturais e a energia volta ao movimento normal no organismo sobre a forma OR, a energia Cósmica de VIDA!

Este imenso, intenso e profundo “oceano vivo de energia cósmica” citado por Reich encontra a sua génese no ponto-zero!

Ponto este, já sobejamente estudado, comprovado e divulgado tanto pelas áreas mais cientificas, como a Física e Mecânica quânticas, como também pelas áreas mais energéticas e complementares e de uma forma geral já aceite e integrado de forma transversal, holística e ecléctica.


A Física Quântica é tanto ciência como espiritualidade, é o caminho de volta à Vida Eterna no Universo que nos Criou. 

<Vradimir Alexandre>

Sabemos hoje que este Ponto- Zero é o campo puro, fértil e fertilizado onde germinará o que lá for plantado, é o ponto detentor de todas as possibilidades e palco do trabalho de Expansão Quântica da Consciência (EQC) bem como o ponto de foco e enfoque da Metodologia de Grigori Grabovoi (mais conhecido como: Os Números que curam).
Recomendo a leitura, entre outros, do livro de dois volumes “A Descoberta do Orgone” do Dr. Wilhelm Reich (1897-1957).

PRODUTOS RELACIONADOS

Mesa de Trabalho personalizada (com nome) para Limpeza e Ativações

(Com Cristais, Numeros de G. Grabovoi, Geometria Sagrada, Fitoterapia e Cromoterapia)

Produzimos por encomenda

Abraço Colorido e Luminoso…


Histórico